quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol

É um vermelho com tom de dourado
Que predomina no findar do dia
parece que Deus pintou com cuidado
O céu, sem marcas de melancolia

E o Sol despede-se bocejando
Caindo, gradualmente, no horizonte
Os passarinhos passam voando
Para descançarem no alto do monte

Fica aqui eu em delírio admirando
A singular visão do sol se pondo
Em cores divinas no entardecer

Diante do show eu só posso pedir
Que enquanto a vida o pai me permitir
Me conceda também forças pra agradecer


Isaías Gresmés 29/10/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, desde já agradeço a você, nobre amigo(a), pela presença aqui. Fique à vontade quanto ao seu comentário.